sexta-feira, 11 de maio de 2012

Deu um tec na logia!

Hoje caminhando numa galeria no Rio de Janeiro, percebi que agora estão trocando os acessoristas dos elevadores de prédios comerciais por uma máquina toda esquisitona, onde você precisa digitar o andar para garantir sua vaga no elevador. Acho uma tristeza ver uma coisa dessas, porque além de não termos mais o prazer de sermos recebidos com um bom dia/boa tarde por aquela figura já tradicional que costumava habitar os elevadores durante o dia, nos deparamos mais uma vez com o desemprego em massa que provavelmente irá ser causado pela substituição da tecnologia. 

Será que substituir os seres humanos por tecnologia é sempre uma decisão inteligente? 

Eu acho que não, quando o ser humano é quem sai perdendo.

Já outra em outro ponto, na mesma situação, acho que tecnologia foi muito bem-vinda. Percebi que colocaram uma gravação de voz indicando quando chega o andar requisitado e quando o elevador abre ou fecha a porta, o que é muito útil para um deficiente visual.

Sem radicalismos, temos que ser equilibrados e coerentes quando o assunto é a tecnologia. Precisamos ter o bom senso para perceber quando ela é ou não necessária, e também termos o direito de negá-la quando nos parecer prejudicial ou até mesmo desnecessária. 

Equilíbrio é tudo!

Um comentário:

  1. A tendência é automatizar cada vez mais. Esse processo na verdade já vem de longa data. Já ocorre na indústria, agricultura e rede de serviços, vide a maneira com a qual nos obrigam a usar as famigeradas máquinas do lado de fora das agências bancárias, evitando assim contratar muitos funcionários.

    ResponderExcluir